Agradeço a visita e participação.

O AMOR DE DEUS...

O telefone tocou...

- Alô!!

- Por favor a Mônica .

- É ela, pois não.

- Sou o médico da Santa Casa e estou comunicando que amanha você dará entrada no setor de internação dia 10/03/2010 as 11 horas. Conseguimos uma vaga para realizarmos a sua cirurgia da hérnia umbilical. Leve seus pertence “higiene pessoal”, assim você será operada na sexta feira.

- Obrigada, me organizarei e manha estarei ai.

...”Meu Deus!!! Foram aproximadamente três anos, no entanto, seja feita a sua vontade e o que for melhor para essa situação. Sei que o Senhor estará atuando por meio dos médicos e vai ocorrer tudo bem”...

Por alguns minutos sai da sala, sem saber o que fazer o que pensar, mas olhei para o céu e coloquei nas mãos do Senhor.

Anoiteceu, arrumei as minhas coisas, descansei e logo pela manha, fui levada pelo o meu cunhado Sérgio e a minha irmã Rose no local da internação.

Comuniquei as pessoas mais próximas e os queridos irmãos em cristo para que orassem. Agradeço,pois isso ajudou a fazer a diferença. Assim, Deus cuidou de tudo, fiquei no melhor quarto, era arejado, o banheiro era limpo, fiquei próximo a janela, pessoas amigas ligaram e me vistaram. Ele cuidou de tudo nos mínimos detalhes.

Por meio da palavra, Deus falou comigo em II Reis 4:8-37. Em resumo a palavra fala sobre a mulher de Suném. Mostra que ela era uma mulher rica, casada, dedicada e hospitaleira. Ela recebia o Profeta Eliseu em sua casa. Por ele ser um homem de Deus, ela fez um quatro para ele se sentir mais confortável em sua passagem. Eliseu por sua vez ficou profundamente agradecido e orou a Deus para que ela tivesse um filho, pois não conseguia ter um filho. O Profeta determinou e no tempo certo o filho nasceu. Porém, os anos se passaram e o filho da mulher ficou doente. Imediatamente ela foi atrás de Eliseu para que o curasse. Mas quando o Profeta foi ao encontro com o filho dela estava morto. Elias orou a Deus e o menino foi ressuscitado.

E assim a palavra de Deus entrou no meu espírito. E no silêncio, o Senhor disse que ia me ressuscitar. Agradeci o amor e cuidado que o Ele estava tendo com a minha vida.

Ao anoitecer, por meio da pregação da Bispa Sônia da Renascer, o Senhor Deus confirma a palavra. A Bispa pregava sobre a mulher Sunamita em II reis 4: 8 em diante. O foco da pregação era a ressurreição e o propósito que Deus tem em nos ressuscitar. Foi uma palavra poderosa. Glorifiquei a Deus pelo seu amor e pela paz que Ele estava derramando.

Na quinta fui para sala de cirurgia às 13 horas. Foi um sucesso!! ocorreu tudo bem, pois Deus estava lá. Fiquei tão bem que na sexta tive alta.

Minha prima Regina estava comigo cuidou de toda a papelada, já que minha irmã estava chegando para me pegar. Porém, eu tive que preencher um formulário. A enfermeira, pediu para que eu voltasse oa leito, pois ali seria mais confortável para realizar o preenchimento do papel. Após preencher fui à recepção principal e só tive tempo de dizer “Regina não estou me sentindo bem”, sentei na cadeira e desmaiei.

Nesse momento repentino, minhas vistas escureceram, e eu vi uma luz e muita gente com buque de rosas nas mãos, eles me chamavam. Não consegui vê o rosto, mas sabia que eles estavam cantando. Dei um sorriso e estava indo em direção e eles. De repente eu ouvi gritar o meu nome. Monica acorda... Monica acorda... Abri os olhos e vi toda a equipe de enfermagem a minha volta tentando me reanimar. Ainda debilitada fui levada rapidamente sobre a cadeira de rodas ao leito.

Os médicos da equipe que estavam comigo forem alertado e em poucos minutos eles estavam na sala para verificar o ocorrido. Chegando me examinaram e observaram que meu abdome estava muito inchado. Imediatamente pegaram o bisturi, sem anestesia, abriram alguns pontos, e, começou a sangrar como uma torneira aberta, sujou toda a minha roupa, (creio que ocorreu uma hemorragia). O médico apertava o meu abdome e saia sangue para todo lado, e começou a mexer para verificar se estava tudo bem. Ele fez todos os procedimentos, depois saiu da sala. Meia hora depois outro médico, fez o mesmo procedimento e disse: - Faremos outra cirurgia logo pelas primeiras horas de amanha.

Em todos os momentos estava refletindo sobre a palavra e promessa de Deus sobre minha vida. Nesse meio tempo o auxiliar de enfermagem Chamado Marcone, se aproximou e disse: -“o que você tem feito para Deus... O que você tem feto para Deus...” Passou um filme na minha mente, e eu disse: - “Ações sociais - Eu tenho uma grande missão nessa terra”. Ele olhou dentro dos meus olhos e disse: - “Eu conheço muitas pessoas que tiveram o que teve, porém dinheiro nenhum as trouxe de volta. Menina isso que aconteceu com você foi um livramento. Foi coisa seria! Deus te livrou e esta comigo. Ele esta contigo”.

Assim passou o tempo e a noite chegou e antes de ir a cirurgia recebi uma visita de um homem desconhecido, ele era da assembléia de Deus, temente a Deus, falou sobre o salmo 23, disse algumas palavras que veio de encontro ao meu espírito no final ele orou.

Às quatro horas do sábado fiz uma nova cirurgia. Ocorreu maravilhosamente bem, pois Deus continuava lá. Ao retorno para leito fiquei quarenta e oito horas sem me mexer e além disso fique com um dreno para descartar o sangue que não servia mais ao organismo. No primeiro dia saiu 250ml de sangue, foi saindo ate que ficou bem pouco e quando chegou nessa etapa ele resolveram me dar alta novamente. Dessa vez deu tudo certo.

Consegui sair do hospital, a minha prima Regina me levou para casa. No retorno, vi mais uma vez o amor de Deus sobre a minha vida. Pois bateram no carro, mas graças a Deus não aconteceu nada com míngüem a ponto de chegarmos bem em casa.


“Não temas, pois eu estarei contigo”

O amor de Deus é incondicional e Ele é fiel!!

Eu te amo Papai!!! - Obrigado.

GRANDE LIVRAMENTO...


Anoiteceu, coloque a cabeça no travesseiro e Deus me deu um sonho. Sonhei que estava no banheiro da minha casa e estava tomando banho. De repente ao olhar para baixo vi sair muitas coisas do meu corpo. Era muita sujeira que corria pelas minhas pernas. Fiquei preocupada e disse: - Meu Deus o que é isso? - Ele respondeu: “Eu estou te limpando”.

Férias... Oba!!!!!!

Já era julho de 2005, havia trabalhado o dia inteiro e o dia foi cansativo. Mas estava tranqüila, jantei e depois me recolhi para descansar.

Na madrugada, eu acordei com fortes dores que vinha das costa em direção ao abdome, para ser mais clara, chegava ao pé da barriga. Naquele momento, eu levantei e fui ao banheiro, me deu diarréia e vomito. Minhas pernas tremiam muito não conseguia parar em pé.

Vagarosamente, tomei meu banho, me arrumei e chamei a minha irmã Rose e o seu esposo para me levar ao hospital. Eles acordaram, rapidamente se arrumaram e fomos ao pronto socorro mais próximo que era o Vila Penteado.

Uma hora da manha cheguei lá, os médicos imediatamente me examinaram, e como estava com muitas dores, eles me medicaram com vários analgésicos. Porém as dores permaneciam. Fiquei da uma ate às onze da manhã acordada sentindo muitas dores, tomando remédio e os médicos não sabiam o que iam fazer comigo.

Às onze horas e trinta minutos eu “apaguei” dormi, às dezesseis horas, acordei, me deram alta e disseram que o meu caso precisava ser investigado, pois era cirúrgico. Assim, o médico me direcionou a sala para que eu agendasse outro dia.

Fui para casa sem resolver os problemas, porém estava ainda com efeito dos remédios. Ao chegar, dormi e quando acordei comecei sentir as dores novamente. Minha irmã ligou para minha prima Regina e ela orientou que fossemos ao Pronto Socorro da Santa Casa. Não demorou muito, ela Chegou e me levou de carro.

Chegando lá os médicos me examinaram. Um dos médicos que era especialista em ginecologia e cuidou do meu caso e falou: - “Acho que você engoliu uma melancia”. E sorriu. Assim, que me tocou, imaginou o certo. Ele pressupunha que eu estava com um cisto de ovário. Porém eu ia sempre no ginecologia fazer exames de rotina, e estava ate com ultrasom mas nada aparecida. Me medicaram e eu dei entrada na internação.

Após uma semana eles tiveram a clareza da gravidade do meu caso por meio de uma tomografia. Deste modo, eles me operaram e tiraram o cisto de ovário, a trompa e ovário esquerdo. Eles disseram que eu tive muita sorte, pois o cisto deu hemorragia, porém a hemorragia estourou dentro do cisto. Não havia mais espaço para ele crescer, ou seja, se a hemorragia fosse fora, talvez não estivesse aqui para contar o livramento de Deus.

Eu sabia perfeitamente que não era sorte, mas sim um livramento de Deus.

Agradeci a Deus de todo coração e lembrei-me do sonho que Deus me deu e do versículo em Atos 2:17-18 “E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos terão sonhos; E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão;”.

Também com o mesmo carinho agradeci à igreja e os irmãos no Senhor que oraram pela minha cura e libertação. Desse modo, compartilhamos e vivemos a comunhão verdadeira em Cristo.

Assim, fui para casa. Deus se mostrou amoroso, tão zeloso e maravilhoso com a minha vida. Pois isso aconteceu quando eu estava de férias na faculdade e pude me recuperar.

"E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás” Salmo 50:15

Não outro Deus como o Senhor!!!!

Eu te amo.




ESTRATÉGIA...



"Adquire sabedoria, adquire inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca. Não a abandones e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá. A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento” Provérbios 4:5-7



Ao voltar para São Paulo, pude ter uma visão melhor do que era o campo missionário e as necessidades que um missionário enfrenta no campo. Busquei a direção de Deus. E foquei na área da saúde e educação. A partir daí, dei inicio ao curso de auxiliar de enfermagem no período noturno. Fui para a área de saúde sem descartar a possibilidade de estudar também as questões de educação.

No período da manhã e da tarde desenvolvi projetos com crianças da pré-escola (com 4 e 5 anos) e Alfabetização de Jovens e Adultos em Organizações não governamentais - ONG’s, localizadas na Região Norte de São Paulo.

Com as orações, consegui uma bolsa de estudos junto ao programa Escola da Família que me possibilitou ingressar no Curso Superior. Imediatamente tranquei matrícula no curso que fazia na área de saúde e me transferi para área de educação.


Neste mesmo ano, iniciei o trabalho como Educadora Universitária no Programa Escola da Família na Escola Estadual João Solimeo aos finais de semana. Entre muitos projetos, desenvolvi um projeto de Apoio Escolar. Iniciei o trabalho com uma sala multi-seriada, de idades variando entre 8 e 12 anos, com alunos de turmas de 2ª a 5ª serie.

Além desse projeto, desenvolvi um trabalho em parceria com a escola, apoiando a área de Língua Portuguesa, com os alunos da 7ª série que estão com dificuldade em gramática ortografia e construção de textos. Atuei como estagiária na Escola Estadual Professor Galdino Lopes Chagas.

Com muito custo e com as mãos de Deus sobre a minha vida, conclui o curso de Pedagogia, em seguida trabalhei como Coordenadora Técnica Pedagógica e Consultora Técnica Pedagogia do Programa Escola da Família junto a Diretoria de Ensino Norte1.

Nesse meio tempo realizei na faculdade Teológica Cristocêntrica (FATEC), o curso básico em Teologia.

Depois, pela Universidade Nove de Julho (UNINOVE), realize Pós Graduação em alfabetização e escrita numérica.

Assim sendo, Deus tem me direcionado e abençoado. Atualmente continuo trabalhando no Programa Escola da Família como Educadora Profissional (Professora). Coordeno vários universitários, voluntários que desenvolvem projetos, junto a Escola Estadual Crispim de Oliveira Profº.

Louvo a Deus, pois tenho aprendido que não há limite para o conhecimento, principalmente quando realizamos a sua obra. te amo.

OS SONHOS DE DEUS - LUDMILA FERBER



video




Os Sonhos de Deus  - Ludmila Ferber 

Se tentaram matar os teus sonhos,
Sufocando o teu coração,
Se lançaram você numa cova e ferido perdeu a visão. 2x

Não desista, não pare de crer.
Os sonhos de DEUS jamais vão morrer.
Não desista, não pare de lutar, não pare de adorar.
Levanta teus olhos e vê, DEUS está restaurando teus
sonhos e a tua visão.

Recebe a cura, recebe a unção.
Unção de ousadia, unção de conquista
Unção de multiplicação. 2x

Se tentaram matar os teus sonhos,
Sufocando o teu coração,
Se lançaram você numa cova, e ferido perdeu a visão. 2x

Não desista, não pare de crer.
Os sonhos de Deus jamais vão morrer.
Não desista, não pare de lutar, não pare de adorar.
Levanta teus olhos e vê, Deus está restaurando os teus sonhos e a tua visão.

Recebe a cura, recebe a unção.
Unção de ousadia, unção de conquista
Unção de multiplicação. 2x

MISSÕES

“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me”. Mateus 16:24




- Daniel, eu já estou no aeroporto, como faço para chegar ai?

- Não se preocupe o missionário Israel pegara você.



Enfim, cheguei a Porto Velho – Rondônia, na base de JOCUM. Conheci o local e os missionários, entre eles, Daniel e sua esposa Fátima, o diretor da JOCUM Reinaldo e sua esposa Bráulia e alguns missionários que lá estavam.

Tudo estava sendo novo, foi uma experiência única. Deus estava derramando seu amor e alegria sobre mim. Eu estava sendo fortalecida a cada minuto.

Dei inicio a Escola de Treinamento e Discipulado (ETD), é uma escola intensiva que visa trabalhar o relacionamento do aluno com Deus e prepará-lo para o cumprimento do seu chamado. O curso tem duração de cinco meses, três meses teóricos e dois práticos em cidades do Brasil ou em outras nações. A minha prática aconteceu em Rondônia nas cidades de Pimenta Bueno e Caladinho. Foi uma experiência viva. O treinamento incluiu noções sobre caráter de Deus, evangelismo, e relacionamento com o Corpo de Cristo, além de teatro, danças e outras estratégias de evangelismo. A hospedagem foi durante todo o período teórico. O objetivo maior é conhecer a Deus e se torne consciente da sua responsabilidade de fazê-lo conhecido.

Nesse meio tempo, fui para uma jornada missionária aos povos que mora a beira do rio os Ribeirinhos. Foi uma experiência maravilhosa. Todo esse tempo Deus estava comigo, nunca deixou faltar nada.

Uma das experiências maravilhosas e que mostra o amor de Deus sobre a minha vida, foi quando estava lá no morro e eu não tinha nenhum contato com o comércio. Era tudo muito distante. Para chegar ao comércio mais próximo, precisava pegar o barco e viajar dois dias. Naquela manhã, senti uma vontade de comer tomate. Saia água da minha boca só de pensar. Não tinha como consegui. Passou as horas, era ainda cedo, eu fui ficar fora da casa onde estava hospedada. De repente apareceu um homem com um prato de tomates madurinhos e me ofereceu. Imediatamente meu coração encheu de alegria e meus olhos de brilho. Meus Deus!! Como o Senhor cuidou e proveu tudo em minha vida. Deus seja louvado!!

Após realizar esse curso, fiz Transcultural que é a Introdução aos Estudos Etno-lingüísticose Culturais - (IEEC), objetivo trabalhar com diversas comunidades e etnias. Com opção de treinamento: 1. Automaticamente juntando créditos da Universidade das Nações, podendo continuar os estudos até concluir o bacharelado em etno-lingüística ou em antropologia cultural. 2. Participa do primeiro bloco do Curso Técnico Tradutor Intérprete – com especialização em línguas indígenas, curso de nível médio do Colégio Técnico da Universidade das Nações, em fase de reconhecimento pela SEDUC.

Nos dois casos o missionário recebe capacitação profissional para entrar numa cultura diferente da sua. Aprender a língua do povo para fazer diferença naquela nação. Nos dois casos o aluno pode ser imediatamente enviado ao povo que deseja alcançar, já que os estudos são combinados com prática, envolvendo períodos alternados de projetos de campo com cursos de aperfeiçoamento missionário.

A duração foi de três meses e o meu estágio foi realizado na Cidade de Ribeiralta em Bolívia, no qual coloquei em prática o que havia aprendido. Deus estava ali e atuou tremendamente.

Após os cursos, orei a Deus e fui direcionada a ir à aldeia indígena junto com a missionária Zita que é Chilena. Mulher temente a Deus e muito dedicada. Ela foi um presente de Deus. Entrei como professora substituta na reserva indígena. Trabalhei com sala multiseriada.

Aprendi e tive muitas experiências gloriosas. Entretanto, esta foi uma experiência diferente e rica em todos os aspectos, tanto do ponto de vista espiritual, afetivo, cognitivo quanto social. Também vivi pela fé, porém com muita comunhão com Deus. Ele estava presente a todo o momento.

A JOCUM passou a ser minha família. Permaneci na aldeia até o final do primeiro semestre de 2000, retornei a base de JOCUM em Porto Velho, onde trabalhei com crianças da pré-escola com idades de 4 a 6 anos e realizei outras atividades e diversas missões. E no final deste mesmo ano volte a São Paulo.


“...A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza...”- II Cor 12:9

Obrigado Papai!!!



CHAMADO...



"... Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção...”



Vamos... Vamos... Buscar ao Senhor. Ele nos falara qual é nossa missão.

Eu e minha amiga Márcia estávamos à tarde na igreja. Fomos sentar nas últimas cadeiras. Começamos a buscar uma direção de Deus para nossas vidas e nosso chamado missionário.

Desde que eu me converti tinha a clareza sobre o grande chamado missionários. Buscava a direção de Deus, para que eu estivesse em obediência e no centro da vontade de Deus.

A igreja estava vazia, então começamos a orar. Não passou muito tempo e eu tive uma visão. Estava dançando com os índios. Era um povo que se vestia de palha, tinham palhas amarrado na canela a palha iniciava abaixo do joelho e chegava ate os pés, uma saia de palha na cintura que ia ate o joelho e a cabeça coberta com a mesma palha que ia ate o ombro. o Lugar que estávamos tinha o chão de terra e dançávamos em círculo. Depois que oramos, falamos sobre o assunto. E assim, comecei me preparar para o chamado missionário.

Deus falou comigo por meio da palavra, no capitulo em Isaias 55. Foi tremendo!! Chorei muito e essa palavra entrou no meu espírito. E tomei posse do chamado e e da promessa de Deus sobre minha vida.

Comecei a participar do grupo de jovens, grupo de teatro de mímica, evangelização nas ruas praças, hospitais e trabalho com crianças. Nesse tempo, Deus usou a minha vida como um instrumento. Aconteceu muitas experiências, houve cura e libertação. Deus estava presente.

Comecei a estudar a palavra de Deus, fiz cursos, e assim, Deus foi movendo seu poder me capacitando para realização do chamado missionário. As chama das missões fervia no meu coração. Deus estava dando o crescimento.

Passei por muitas tribulações, mas Deus estava comigo a todo tempo me ensinando. Ele disse que eu viveria pela fé. Literalmente dei inicio ao grande aprendizado pelas mãos de Deus. Fique muito tempo desempregada, não conseguia arrumar serviço em nenhum lugar, apesar da experiência que eu tinha no mercado de trabalho.

Uma das minhas experiências ao viver pela fé. Um dia, eu estava em casa e todos os meus sapatos tinha se desgastados e estava com o último par. Ele era de couro, e, quando olhei, ele estava descosturando. Peguei o sapato e disse a Deus com todo o meu coração.

"Pai olha não tenho mais sapato, ele esta rasgado vou costurar, mas não deixa que ele quebre ate que consiga a compra outro".

Me arrumei, fui à igreja e guardei esse segredo com Deus. Na próxima semana uma irmã da igreja me chamou no estacionamento e disse. "Monica, tem roupas e sapatos, você quer? Trouxe pensando em você, pois Deus tocou o meu coração". Era muita coisas, sacolas e sacolas de roupas e sapatos. Louvei e agradecia Deus pela benção e por Ele ter respondido a minha oração.

Assim, Deus foi suprindo minhas necessidades e nunca deixou faltar nada. Toda vez que precisava de algo, Deus supria por meio dos irmãos ou de outra maneira. Deus não só estava dando o meu crescimento mas de seu povo.

Sempre buscava a Deus.E por meio da palavra Deus disse: ".... buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6:33.

O tempo passou conseguiu arrumar um emprego bom, ganhava bem, mas sabia que no intimo do meu ser, o chamado estava cada vez mais forte. Porém muitos não acreditava, duvidaram do chamado que Deus tinha colocado no meu coração, no entanto, entre Deus e eu, tinha uma comunhão verdadeira.

Depois de passar por muitas tribulações, fui ao encontro de uma missionária que estava em São Paulo. Sandra, é missionária de JOCUM que fica em Porto Velho – RO. No dia em que ela foi à igreja, conversei com ela. Naquele momento, houve a confirmação, Deus falou claramente que deveria ir as missões, já era o tempo esperado.

A minha família, por não ser cristã, ficou abalada, mas me apoiaram respeitando a decisão que estava tomando. Preparei a passagem de avião, pedi as contas e comuniquei a igreja. Meu chefe disse, não vai, eu te pago o dobro, não nos deixa. Eu vou colocar você em uma posição maior, fique conosco. Mas eu não tinha dúvida do propósito de Deus, e disse, "Não eu preciso realizar o meu chamado missionário".

A igreja me enviou dando a

benção, e assim, decolei para um vôo guiado pelo Senhor.

"... Em lugar do espinheiro crescerá a faia, e em lugar da sarça crescerá a murta: o que será para o senhor por nome, por sinal eterno, que nunca se apagará". Isaías 55:13

Eu te amo - Oh Senhor!!

A ESCOLHA CERTA!!!!


“Chega!!! Essa será a última visão noturna que tive...”

Márcia respondeu: “- Sim vamos à casa da Cristiane, pois ela é uma mulher de Deus e com certeza o Senhor vai te abençoar”.

Márcia é a das minhas melhores amigas, ela estava começando a falar o amor de Deus.

Ao chegarmos lá, Ana irmã da Márcia, também nos recebeu carinhosamente. Cristiane é uma mulher casada, querida e muito temente a Deus.

Entramos na sala conversamos, e em seguida, começamos a cantar e buscar a Deus. Naquele instante, eu fechei meus olhos, e tive uma visão. Vi a sombra de uma mulher da cintura para cima, seus cabelos eram lisos e repicados. De repente o telefone tocou. A Cristiane foi atender, ela perguntava quem era, mas a pessoa que estava na linha não respondia e logo desligou.

Cristiane recebia muitos telefonemas em sua casa, era de pessoas desconhecidas,sempre ela falava do amor de Deus e tentava ajudar essas pessoas.

Continuamos a cantar e pedir a presença de Deus. Nesse instante tive outra visão. Vi um manto branco descendo. Senti muito forte a presença de Deus. E disse. Vocês estão pedindo a presença de Deus? Ele esta aqui! Cantamos com muita alegria. Novamente o telefone tocou. Cris foi atender e naquele momento, eu cai no chão da sala de joelhos, abrir a bíblia e coloque as mãos sobre ela, e comecei a pedir a Deus que libertasse aquela mulher. Sem entender muito, Márcia disse: - Como?? Eu respondi. Fale que ela esta liberta!!

A pessoa que estava no telefone, não desligou. Então, Cristiane começou a falar com ela. Eu chorava muito, não conseguia levantar minhas mãos, e nem me mexer e só clamava por aquela pessoa. Dizia. Fale a ela, que esta liberta!! Assim, foi aproximadamente meia hora orando e clamando muito. Quando a Cristiane deu o recado e terminou a conversa, a paz dominou meu coração e eu consegui levantar as mãos e não sei como a bíblia se fechou.

Depois, conversamos sobre a situação, elas não estavam entendendo como eu sabia que era uma mulher que estava no telefone e principalmente a situação que ela estava passando. A mulher estava sendo vitima feitiçaria. Graças a Deus, ela foi liberta pelo Senhor.

Agradecemos muito a Deus, aquele grandioso momento e libertação que Ele tinha propiciado para todos nos. Confesso foi uma das primeiras experiências sobrenatural que tive com Deus.

Na semana seguinte, fui à igreja, e, na próxima fiz a melhor escolha. Aceitei o Senhor como único salvador da minha vida. Foi tremendo!!! Fui batizada nas águas e em seguida batizada pelo Espírito Santo de Deus. Comecei a falar em línguas estranhas assim como esta na bíblia em Atos dos Apostolo 2:4 - “E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhe concedia que falassem”

Assim, em fevereiro de 2003, fiz a escolha certa, e em resumo dei inicio a minha vida cristã.

A fidelidade e promessa do Senhor dura para sempre!!!

VISÃO DE ÁGUIA...


Inicio

O começo da minha história tem inicio em 1968, no Jardim Paulista, na cidade de São Paulo, no Brasil. Filha de pais descendentes de Portugueses, índios e africanos, perdi minha mãe muito cedo, vítima da Doença de Chagas e fui criada por meu pai que sempre lutou para dar o melhor a suas filhas.


Meu pai, no primeiro casamento teve as filhas, Roseli eu e a Sara. Já no segundo casamento depois da morte de minha mãe nasceu Thiago. Eles são uma parte do meu precioso tesouro!!!


A crença dos meus pais era diversificada, meu pai era católico, minha mãe era advinha, participava da mesa branca e era católica. Filhas e filho na infância, fomos direcionados a seguir o catolicismo, porém não éramos praticante. No entendo, hoje cada qual, seguiu seu caminho.


Minha infância e adolescência foram tranqüilas. Tive a oportunidade de brincar, correr, estudar, dançar, pular... Fiz tudo que uma criança e um adolescente sadios podem fazer. Nessa época nunca sai de São Paulo, desde da infância te a juventude sempre morei com a minha família.


Estudei em escola pública. Antes de concluir meus estudos, comecei a trabalhar. Para conquistar minha autonomia e ajudar meu pai nas despesas de casa, optei em ir à luta em busca de emprego que me oferecesse estabilidade e resolvesse meus problemas financeiros, profissionais e intelectuais.


Trabalhei nas áreas de recursos humanos e administração. Fui de auxiliar de departamento de pessoal, escriturário, conciliador contábil a auxiliar administrativo, em diferentes empresas.


A partir da minha autonomia comecei a procurar novos e verdadeiros caminhos para minha vida. Assim essa história continua...


Agradeço a Deus, por ter uma família tão maravilhosa e querida.

Deus me abençoou.